terça-feira, 20 de outubro de 2009

Entrevistas Kenny Ortega

Linguinha dele coçou mais uma vez, vou postar 2 entrevistas, confesso que a segunda é mais picante.

Já que é bem grande a entrevista vou pegar apenas umas partes mais interessantes e colar aqui, quem quiser o resto pode ir ao link.

Primeira:


E o que ele queria? Ortega diz que a lógica de Jackson para os shows foi uma mistura de um desejo de dar algo de volta para seus fãs, para chamar a atenção para as várias causas ambientais e de manutenção da paz que Jackson acarinhava, para voltar ao jogo após uma década de longa ausência, e , acima de tudo, um desejo de mostrar seus filhos amados que seu pai realmente fazia para viver. [Eu: O que apenas shows em Londres ajudariam em causas ambientais, manutenção de paz, etc, ou seria suficiente se toda atenção tivesse ligada nos projetos dele com sua "morte"? Os fãs que comparecerem aos shows e os que assistissem os shows teriam a atenção voltada apenas ao desempenho de Jackson, infelizmente qualquer mensagem de paz e revolução ambiental seria 'ignorada' pela maioria. Um desejo de mostrar aos filhos a vontade de viver? Se essa turnê então estivesse desgastando tanto ele, e ele com uma vontade de viver por causa dos filhos, obviamente interromperia ela antes que fosse tarde de mais, e não foi isso que ele fez?]

Assim, o arco narrativo do filme é uma réplica do que teria sido o arco narrativo do concerto. Canções aparecem na mesma ordem. Ortega diz que Jackson havia ensaiado quase tudo no show. Os clipes disponíveis sugerem que ele ainda estava desempenhando inteiramente como o reconhecível intérprete que compradores de entradas estavam esperando para ver.

Fora isso, diz Ortega, Jackson tinha tudo ensaiado. [As datas são tão obvias, são datas tão perfeitas... que me lembra tanto Michael.]

"Michael era uma das melhores pessoas que eu já conheci", diz Ortega. "Ele era inocente, mas não ingênuo.

Perguntei à queima-roupa, se ele estava certo de que Jackson teria triunfado no O2, Ortega fez uma pausa, e então disse que ele era um diretor nervoso e só se tornou verdadeiramente confiante no fim da vida do superstar. "Ele não ficou nervoso em qualquer ponto.

Lembre-se, ele estava fazendo isso, esses épicos, quando ele ainda era um bebê. Ele sabia que a vida tem obstáculos, a vida tem estacas. ... Mas esse último par de noites, ele se dirigiria para uma nova arte. Ele nos fez todos acreditar. " [Épicos? "num intindi o que ele falô" Ele até alternou o passado e o presente, ele Sabia que a vida Tem. E na última noite de ensaios e de vida ele se dirigia pra uma nova arte??? Qual?? Ele nos fez todos acreditar?? Na mentirinha? Todos vírgula, I don't beLIEve. Obrigada Kenny, não precisava falar mais nada...]

Fonte: http://www.chicagotribune.com/entertainment/chi-tc-bonus-michael-jackson-1019-10oct19,0,7135420.column

Agora vamos pra outra entrevista, nesta sim eu fiquei de queixo caído.

“Porque ele tem de saber que estamos tendo aquele amor. E lançando o amor em volta." [It's all for love, L.O.V.E.]

Um extravagante concerto que poderia ter ressuscitado suas finanças, restabelecido sua relevância cultural e mensagens de propagação da interconexão global, o amor e o ambientalismo - parecem ter começado a corrida em sua visão grandiosa . Ele é aquele que teria envolvido elaborados números de dança aérea, a maior tela de LCD tridimensional do mundo, ilusões pirotécnicas, 12 curtas-metragens originais e até a presença de um trator e um coro de crianças no palco.

"Michael era um novo Michael", disse o diretor de "This Is It" Kenny Ortega, que também dirigiu o filme. "Ele tinha 12 anos de papai, um empresário, um artista anfitrião. Aquela parte maravilhosa, inocente de Michael estava sempre presente, mas havia outro Michael lá com mais preocupações mundanas. Ele tinha razões mais profundas para querer fazer isso do que eu já vi ele querer fazer outra coisa antes."

Algumas pessoas que trabalharam com o artista diariamente, no entanto, insistem que não houve nenhum sinal de sua dependência de drogas.
"Ele estava em um nível totalmente novo", disse o dançarino de reserva Dres Reid. “Quando você via Mike, era um Michael diferente. Ele tinha um ar de superioridade sobre ele."

Daniel prefe recordar o primeiro dia de ensaio: "Nos disse que nos levaria a uma incrível aventura ... E o fez"

Ortega dirigiu as turnês "HIStory" e "Dangerous" do cantor nos anos 90 e é a força por trás da franquia "High School Musical" e do "Hannah Montana/Miley Cyrus: Best of Both Worlds Concert Tour." O diretor esteve em conversações com Jackson por mais de dois anos sobre a montagem de algum tipo de realização. Contudo Jackson tinha se agarrado "a uma razão substancial" para voltar às suas performances, Ortega disse.
Em Março, Jackson chamou Ortega com notícias de que ele havia assinado para montar uma série de shows com a promotora AEG Live."Ele começou dizendo:" Kenny, meus filhos são tão fascinados com o que estive fazendo a minha vida inteira, eles são como super-fãs. Então eu quero compartilhar com meus filhos, agora que eles tem idade suficiente para apreciá-lo e eu ainda sou jovem o suficiente para fazê-lo ' ", lembrou Ortega. [Filhos já tem idade suficiente... e Michael ainda jovem...]

O superstar destinou seus concertos como recuperação de investimento para os fãs e uma plataforma para transmitir suas preocupações. "As mensagens em minhas canções, que eu escrevi há 10 anos, são mais significativas hoje", disse Ortega citando o que Jackson disse. [As canções são significativas hoje? Man In The Mirror que diz querer fazer uma mudança radical em sua vida? Hm.. Ainda tem gente que fala que Dangerous foi feito a tantos anos e qualquer ligação não teria a ver pq ele não tava planejando isso a anos, a data do funeral no na capa do disco, quer dizer que isso só faz significado hoje... Entre milhões de exemplos de músicas ai. "Eu escrevo essas músicas pra criar alerta e esperança nos meus fãs" - MJ]

"Este era para ser a maior plataforma possível para ele re-familiarizar as mensagens que tinham estado na suas músicas e filmes durante anos... Michael estava indo lembrar todos do trabalho que nós temos que terminar no que diz respeito à reversão dos nossos danos ao planeta”. [re-familiarizar todas as mensagens??? Thriller??? Ghosts??? A vida inteira fazendo curtas em que morre e volta e inclusive Moonwalker, e ele queria re-animar essas mensagens? Ok.]

"O filme é dedicado aos fãs de Michael e seus filhos", disse Ortega. " "Mas ele é tão vivo e presente neste filme, que quando estávamos na sala de edição, houve momentos em que eu tinha esquecido que ele não estava mais com a gente.... Ele é tão grande, tão cativante. Ele chama pra dentro. E eu penso que há um fascínio que vá além dos fãs. "

Fonte: http://www.latimes.com/entertainment/news/music/la-et-jackson19-2009oct19,0,3751825.story

14 comentários:

  1. Tudo premeditamente e divamente pensado.
    MJ sabia que a maioria dos fãs prestariam atenção, ou no pior, lembrariam dos acontecimentos que precederam sua "morte".

    ResponderExcluir
  2. Concordo com os 3 comentários. Uma visão voltada pros acontecimentos antecedentes, acho que é definitivo. O show num começou dia 25 de Junho, e sim quando o cérebro do nosso astro começou a exercer uma função

    ResponderExcluir
  3. Eu vi essa entrevista do Kenny tb.. ele não sabe se conter msm.
    Dia 3 eles tentaram enterrar o assunto, e nada de corpo.
    Tb fico me perguntando.. como não conseguem derramar uma lagrima, eu choro muito até hj..
    Irei assistir o documentario...
    Tem bastante gnt investigando por si msm, vamos continuar

    ResponderExcluir
  4. lOVELY, TÔ VIRANDO SUA FÃ...KKKKKKKKKKKKKKKKKKK.ME DÁ UM AUTÓGRAFO???

    ResponderExcluir
  5. ortega , sei que o mike foi um grande companheiro em sua vida. ele realment e muito especial, vi o documentario, foi muito emocionate, que arrepiava, ali vi tambem um homem cheio de garra, aprentava magro, fraco mais saudavel, sua alegria era contagiante, me parecia tao feliz, disposto, nao da para acreditar que horas apos o ensaio partiu dessa vida , nos deixando orfao, ainda choro ao ouvi lo cantar, ouco ele todo dia, nao me canso, meu coracao diz que e mentira, quero ate aceitar o que ele escreveu em seu diario, que saiu de fininho para recuperar as energias, e que tudo que tinha contra ele viesse a tona e mostrasse a verdade , que ele foi injusticado, no qual o fez sofrer muito e a passar por constrangimentos.
    penso que ele esteja em algum lugar se cuidando ou vivendo momentos que tanto sonhou, livre como nos.mais sei que isso feriria a nos e aos seus amores ( filhos), mais vejo que eles aparentam calmos, sera que e verdade.
    poxa ortega voce o viu, me diga que mentira.
    la dentro de minha alma sinto que nosso rei esta vivo e que ira voltar para nos mais cedo ou mais tarde.
    nao vejo ninguem a sua altura para subistutui lo, pode ate aparecer um bom cantor , mais completo como ele concerteza ainda nao existe.
    ele foi raridade, junto elvis, fred marcory, sao raridades.

    ResponderExcluir