quinta-feira, 15 de outubro de 2009

The event of a lifetime

The event of a lifetime, o evento de uma vida inteira... é isso que ta escrito do trailer e é isso que ta parecendo.

Comentaram sobre a Rolling Stone de Agosto e eu procurei e resolvi postar trechos revelantes, leiam principalmente a parte em itálico.


...Mas Michael tinha uma opinião diferente. Em seus últimos dias, não apenas sonhava comum retorno, mas também trabalhou o máximo que conseguia para realizar isso, talvez tanto quanto sempre fizera. Compôs novas músicas, ensaiou por horas a fio para aperfeiçoar os shows que pagariam suas dívidas e marcariam seu retorno ao topo do panteão e planejou cada detalhe de sua turnê de retorno - um espetáculo imenso que já havia custado pelo menos US$ 25 milhões só em pré-produção, Jackson deu à sua turnê um nome que já dizia tudo: This Is It. Jackson sabia o que as pessoas pensavam dele e as faria mudar de percepção, como havia feito várias vezes. Nos últimos meses de sua vida, Jackson não pensava em nada além da turnê, e as pessoas que amava e em quem confiava tinham certeza de que este era o momento pelo qual esperava.


...de seu promotor ao coreógrafo e músicos - e todos concordam com uma coisa: Jackson estava melhor do que nunca. Ele era puro pop, da mesma forma que em seus dias de glória, cantando e dançando melhor que os jovens profissionais que o cercavam. "Ele era tão brilhante no palco", lembra o diretor da turnê, Kenny Ortega. "Eu ficava arrepiado." ...


...e ali estávamos nós, muitos anos depois, e ele estava para voltar. Literalmente me deu arrepios, os pelos na nuca levantaram. Você espera por momentos como aquele." This Is It deveria ter sido o maior retorno de todos os tempos. "Frank", falou Jackson a seu empresário, "temos que fazer o maior show da Terra". ...


"Kenny, é o Michael." Imediatamente, Ortega ouviu algo na voz de Jackson que estava faltando há muito tempo: empolgação. Os dois ficaram amigos no início dos anos 90, quando Ortega coreografou a turnê Dangerous, e trabalharam juntos novamente na turnê HIStory. Após sua liberação das acusações de abuso de menores, em 2005, Jackson havia praticamente parado de contatar seus amigos na indústria musical, mas agora, enquanto Jackson descrevia a turnê de retorno que estava montando, Ortega ouviu um foco no astro que não estava ali há anos. Michael soava preciso e claro, enquanto contava a Ortega que queria que aquele fosse o show mais espetacular da história da música. "É isso", disse Jackson, ecoando o que acabaria se tornando o nome da turnê.


Mesmo naqueles dias, Jackson sonhava com um retorno. "Uma turnê sempre estava nos planos", diz Miko Brando, filho do legendário ator Marlon Brando, que conversou com Michael pelo telefone durante a estada do cantor no Bahrein. "Era só para ele se preparar, voltar ao trabalho e ser produtivo. Michael é perfeccionista demais para ficar sentado sem fazer nada. Sempre estava criando música, criando ideias, sabia como juntar tudo, o que funcionava, o que o público queria."


Enquanto ele e Phillips conversaram por horas, Jackson abriu o jogo sobre tudo o que queria. Falou sobre fazer filmes que iria estrelar e dirigir. Já havia gasto milhões em um - Ghosts, um curta-metragem de terror voltado para a família, que estrelou e se baseava em um roteiro que havia pedido a Stephen King. Queria gravar outro álbum. E fazer uma turnê. No entanto, mais do que tudo, Phillips lembra, Jackson queria poder mostrar a seus filhos o que fazia, o que levava as pessoas a correrem atrás dele na rua quando saía de casa. "Ele queria que as pessoas vissem seu trabalho e não falassem apenas de seu estilo de vida", diz Phillips. "Michael era um homem de marketing muito inteligente. As pessoas dizem que era fraco e manipulado, mas ele era poderoso e um manipulador. Estava preparado - e queria sanar suas finanças."

"Ele estava pronto para parar de viver como um vagabundo e se estabilizar e ganhar dinheiro novamente", conta Phillips. "Michael não era burro - sabia que uma fada madrinha não viria. A casa e os filmes eram muito importantes para ele."

"Acho que Michael precisa fazer isso financeiramente", Phillips disse ao chefe. "E está pronto para fazer isso emocionalmente. Está pronto para retomar as rédeas."

Duas décadas depois, Jackson ainda estava disposto a superar seu rival e lembrar ao mundo quem era o Rei.

"Ele entendia que trabalharia para ter liberdade financeira, e estava muito empolgado com isso", conta DiLeo. "Ficou estimulado - sabia que estava trabalhando em direção a algo."

Como parte do acordo, a AEG estabeleceu um fundo de desenvolvimento de milhões de dólares para criar uma versão em filme de "Thriller", que Michael estava ansioso para produzir. No entanto, apesar dos custos, o possível lado positivo era imenso: e se a AEG conseguisse fazer o impossível e trouxesse Michael Jackson de volta ao mundo? "Teve gente que me disse que eu estava louco, que ele me decepcionaria", afirma Phillips. "Mas simplesmente acreditei nele. Quantas vezes em sua carreira você consegue tocar a grandeza? Achei que o risco valia a pena."

Jackson ligou de volta 20 minutos depois e disse a Phillips que faria 50 shows - desde que a AEG fizesse duas coisas por ele. Primeiro, queria uma casa de campo inglesa com montanhas, gramado e cavalos para os filhos. Segundo, queria uma cerimônia a ser realizada no final da turnê para comemorar alguma conquista ainda indefinida de Jackson para o Guinness, o livro dos recordes. Essas eram duas coisas aparentemente contraditórias pelas quais havia lutado toda a sua vida: morar recluso, cercado de crianças e animais, e ser reconhecido como o maior artista da história.

Michael botou a mão na massa para a confecção do show, pedindo a quem estava à sua volta para realizar uma espécie de busca de talentos intergaláctica. "Pense nos maiores artistas e dançarinos do mundo", disse a Ortega. "Vamos encontrá-los."

Jackson, que sempre se interessou por mágica, parecia ansioso por impressionar as pessoas. "Quando o show começar, não quero ser contido em nada", disse a Ortega. "Quero que esta seja a abertura mais espetacular que o público já viu. Eles têm de se perguntar 'Como vão superar isso?' Nem me importa se estiverem aplaudindo, quero queixos caídos no chão. Quero que não consigam dormir, de tão mesmerizados com o que viram."

Embora Jackson tivesse um papel central na formação da turnê de retorno, pisar no palco para se preparar era outra história. Enquanto a equipe trabalhava por longas horas no CenterStaging, Jackson preferia trabalhar de casa na maioria dos dias.

"Conheço minha programação", falou calmamente. "Só confie em mim." No entanto, depois disso, Jackson começou a ir diariamente aos ensaios.
MJ é o mestre em encerramentos, tem memória muscular impressionante. Quando fica em frente aos fãs naquele palco, é pura mágica." Nos ensaios, Michael Jackson começava a assumir o comando rapidamente.

"Você quer ir a Victoria Falls e filmar a catarata de um helicóptero?", dizia a Jackson, que queria o vídeo para o número de encerramento do show. "Sabe quanto isso custa?" Mas Jackson não parecia se importar. "Dinheiro não era sua motivação", afirma Phillips. "Era simplesmente fazer algo maior do que qualquer pessoa já tinha feito. Era isso que o motivava."

Eles lançaram ideias para um especial de Halloween que estavam preparando: a estreia em rede de Ghosts, o curta-metragem de Jackson, que incorporaria clipes de uma apresentação ao vivo de "Thriller" em Londres. Depois, Jackson foi para outra sala e passou cerca de uma hora revisando os efeitos3D para o show.

"What about death again? (e quanto à morte?)", cantava Jackson na conclusão da balada "Do we give a damn? (damos a mínima?)" Quem presenciou a apresentação - profissionais experientes que já haviam trabalhado com os melhores da indústria - ficou maravilhado. Diante deles estava o Michael que todos lembravam, o artista que havia crescido de um cantor infantil para formar um estilo completamente novo de pop. Quando Jackson saiu do palco, abraçou DiLeo. "Esta é nossa vez novamente", disse ao empresário. "É nossa vez de reassumir." O ensaio acabou, mas ninguém queria sair e acabar com aquela magia que estava no ar. "Ele estava resplandecente", lembra Ortega. "Quando acabou, todos ficamos ali, de bobeira." Michael estava pronto.

"Obrigado por me fazer chegar até aqui", disse a Phillips em voz baixa. "Consigo assumir a partir daqui. Sei que posso fazer isso."
_________________________________________

Vamos lá
Eles falam de um simples show? Será que apenas shows em Londres causariam esse impacto mundial?
Esse grande show da terra está acontecendo no momento!
Deu pra perceber como o MJ sonhava alto, acredito que ele está realizando um sonho dele, é loucura pra uns e é normal pra outros... This Is It! Quando ele diz no trailer que tem um sonho que todos desconhecem...

Nesse cartaz o MJ tb disse que sentiriamos uma dor, dor na turnê? Como assim né?: http://michaelalivespeculation.blogspot.com/2009/09/michael-descrevendo-turne-em-cartaz.html
Sinceramente mesmo, acho que shows em Londres por mais lindos que a gente tem visto que iria ser nos ensaios, não seria suficiente, não parece ser isso que ele se refere.
Essa "morte" foi por uma boa causa, por mais dolorosa que tenha sido, ela limpou o nome do Michael em relação as acusações, provou que a mídia sempre mentiu, despertou a música dele de novo dentro de todos, fez ele se destacar de novo no trono de REI, não apenas rei do pop. Todos agora estão lhe dando o devido valor, a falta que ele faz é imensa.
Nada melhor pra ele do que fazer uma turnê com a conciencia limpa, e todos cientes disso! Aposto que era tudo isso que ele sempre quis.

Fonte: http://www.rollingstone.com.br/edicoes/35/textos/3848/
Michael Jackson Lovely que me lembrou sobre a matéria.

11 comentários:

  1. Seu pensamento foi tão alto e tão além, que ele colocou seus próprios fãs para participarem do que seria O MAIOR SHOW DA TERRA.
    Estamos junto com ele fazendo nossa performance, como ele queria. Um tiro no escuro? Pode ser, mas ele acertou em cheio.
    E se pensarmos bem, o custo com propagandas foi quase 0.
    Quem o acompanha coloca mensagens subliminares no Tweeter, Facebook, MJHD e afins.
    Alguns são mais serios, outros até para dispersar fãs mais desatentos.
    Ao meu ver ele ate classifou varios grupos de fãs ao encalce dele.
    Há grupos que sentem que ele esta vivo, mas preferem ficar no saudosismo, buscando videos, musicas, clips.
    Há também um grupo mais afetivo, por que não dizer desesperados, que querem afagos psicologicos instantâneos, como os que a Cassandra passa.
    E há também outro grupo, talvez esse a maior preocupação para Michael Jackson. É um grupo mais interado, mais atento, mais participativo em buscas incansaveis por pistas.
    Quando estamos quase batendo à porta, aparecem matérias que tentam desanimar, ou por que não dizer também, TESTAR nossa atenção?
    Uma prova disso foi a campanha lançada pela sua fiel escudeira e maquiadora Karen, THIS IS NOT IT!!
    Enfim, por enquanto nos resta aguardar a dica da próxima cena.

    Michael Jackson, THE ONE!!!
    (adoro esse menino)

    ResponderExcluir
  2. MICHAEL É GENIAL, É IMPRESSIONANTE TUDO O QUE ELE DESEJA FAZER...

    UM SIMPLES SHOW NA INGLATERRA NÃO ABALARIA O MUNDO...SOU SINCERA!!

    DPS DISSO PESSOAS QUE NÃO ERAM FÃS D MIKE, SE TORNARAM FÃS FIES DELE, MEU CASO...

    PASSO HORAS E HORAS OUVINDO SUAS MUSICAS, FALNDO SOBRE ELE...

    JAH PARARAM PRA PENSAR, O "SHOWNERAL" ENTROU PRA HISTORIA, MAIS DE 1 BILHÃO DE PESSOAS ASSISTIRAM...

    O SHOW VAI SER NO MUNDO...JAH ESTA ACONTECENDO...ESTAMOS NOS PREPARATIVOS, SB QNTOS NOVOS FÃS MIKE CONSEGUIU FZR? MILHÕES TENHO CTZA...

    ELE QRIA Q THIS IS IT SEJA UMA MÁGICA E VAI SER!!

    IMAGINE UM MORTO VIVO....KKKKKKKK

    A VOLTA DOS Q NÃO FORAM....VAI SER D+!!!

    ResponderExcluir
  3. gente do céu,vou ter que tomar calmante,antes de ir ao cinema,sei lá o que vai me acontecer,estou até copm medo.....Que Deus abençoe este garoto,sempre,e que abra a cabeça daqueles que sempre quizeram lhe derrubar,e que depois de tudo isso pensem melhor antes de dar qualquer noticia sobre ele.dia 28 esta demorando muito a chegar.......

    ResponderExcluir
  4. Gente, quem dera que isso fosse verdade
    Olha eu ia ficar tão feliz!!
    Eu amo tanto o Mike. Tomara que vcs estejam certos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. MICHAEL VAI FAZER A MAIOR TURNE DA TERRA AINDA.
    SABE POR QUE ?
    PORQUE ELE TA VIVO GALERA.
    ACREDITE KEM KISER.
    UMA TURNE DE VOLTA DO MORTO...
    UM VERDADEIRO SUSPENSE
    BJU

    ResponderExcluir
  6. Gente do céu, tô cada vez mais pasma!!! O homem é delirantemente maluco!!! Isso vai deixar muita gente de cabelo em pé!!! Verdadeiramente o maior Espetáculo da Terra...Agora, o seguinte: Ele também tem que estar bem preparado pras "pauladas", hein, o que não vai ser pouco...Assisti a pouco um vídeo, acho que não é muito novo de um programa chamado "Ação e Reação" com o cover brasileiro dele e uma "cantora" meteu o pau na versão dele estar vivo...Chamou de farsante e sórdido com os fãs...Isso pra começar, né??? Mas estejamos preparados...This is it!!!

    ResponderExcluir
  7. Agatade: Eu to aprendendo MUITO com tudo isso, mais muito mesmo... ele com certeza sabe o que ta fazendo, ás vezes eu fico triste mais ás vezes acho o MÁXIMO tudo isso, ele é FODAAAA!!

    Jéssica: Com certeza... o show ta acontecendo agora, ta sendo de mais. A volta vai ser a chibatada final

    mccroche: Dia 28 num chega nunca, to tendo um treco já, vou chorar mto de emoção e saudade.

    ResponderExcluir
  8. Lilian: Ele é completamente... PUF, perfeccionista, sempre gostou dessas coisas mesmo, eu admiro muito esse pioneirismo dele em tudo... Mais tudo é pra calar a boca desses bostas mesmo que sempre o julgaram, mais ele é maior e a torcida dele é muito grande também, num vai da nem tempo de aparecer esses bostinhas pra encher o saco, MJ vai deixar todos sem palavras

    ResponderExcluir
  9. Lilian, não se preocupe, MJ tem um coração de leão e uma pele de rinoceronte.
    Ele sabe exatamente o que esperar, mas os Louros serão maiores que as pedradas, escreve isso. MJ não tem fãs, tem adeptos.
    esse video que vc viu é de um cover dele aqui no Brasil, e ele não descobriu nada, ele simplesmente pescou tudo da comunidade MJ Eterno no orkut e dos blogueiros.
    Só quer fazer bonito com o chapéu dos outros e levar a fama.

    M.A., MIchael sempre teve muito a ensinar a todos nós, mas sempre estivemos cegos, queriamos apenas escutar suas musicas e ver sua dança.

    ResponderExcluir
  10. Agatade: Infelizmente essa foi a única maneira dele conseguir alertar todo mundo ao mesmo tempo, e tá conseguindo, sua imagem está limpa, seus fãs são pessoas melhores, revolução completa.

    ResponderExcluir